Área de TI - Parceiro estratégico ou um mal necessário?

Área de TI – Parceiro estratégico ou um mal necessário?

Área de TI - Parceiro estratégico ou um mal necessário?

Transforme as outras áreas da organização em parceiros estratégicos. Nesse artigo vamos focar na relação com a Área de TI.

Um dos maiores desafios que os gestores das áreas de tecnologia da informação (TI) enfrentam, é conseguir alinhar sua área com as dos demais gestores da organização. A maneira mais eficaz de se conseguir isso é conhecer profundamente o negócio e ser capaz de comunicar-se de igual para igual.
Um passo importante nesse sentido é medir e controlar os gastos da sua área, sejam eles consolidados ou por serviços, e ser capaz de mostrar que os custos são adequados e compatíveis com a realidade do negócio e do mercado.
É fundamental que seja capaz de demonstrar a relação entre os investimentos da Área de TI e o valor que geram para o negócio e saber quais são os retornos tangíveis desses investimentos e seu impacto nos resultados da empresa.
.
Área de TI - Parceiro estratégico ou um mal necessário?
Difundir essas informações com segurança, transparência e objetividade é o passo decisivo para tirar a Área de TI da posição de “mal necessário” e levá-la ao patamar de parceiro estratégico do negócio. A partir do momento em que o gestor de TI passa a comunicar-se com clareza e comprova como suas decisões estão embasadas nas estratégias do negócio e quais os impactos diretos nos resultados da organização, ele torna-se mais respeitado e conquista voz mais ativa dentro da companhia.
Carreiras Site Campus
Redução de custos, aumento da receita, melhora na qualidade dos produtos e serviços são os fatores que precisam ser relacionados aos investimentos propostos.
A capacidade de demonstrar como estes investimentos estão diretamente relacionados aos resultados da empresa é a chave para aumentar a satisfação dos clientes e, definitivamente, diferenciar um gestor de TI no mercado.

#
Compartilhe!
Fale com o Site Campus!

Tags: , , , ,