Entrega de Valor - É possível sem a ajuda da TI?

Entrega de Valor – É possível sem a ajuda da TI?

Entrega de Valor - É possível sem a ajuda da TI?

O argumento mais utilizados para justificar a adoção do conjunto de boas práticas do ITIL nas empresas é o alinhamento entre TI, negócios e entrega de valor.

Infelizmente, em alguns casos, esse argumento é apenas repetição de termos e não traz conteúdo e significado prático no dia a dia.
.
Mas o que, realmente, significa “alinhamento” e “entrega de valor”? 
.
É impensável que uma organização seja esta, indústria, comércio ou serviços, manter-se competitiva e diferenciar-se no mercado sem a utilização da tecnologia da informação. Assim sendo, talvez seja mais coerente falar em integração, comprometimento e aproximação da TI com o negócio ao invés de falar em alinhamento.
.
Entrega de Valor - É possível sem a ajuda da TI?
Valor é resultado, e resultado se consegue através do aumento da receita, controle e redução dos custos. A dificuldade está em medir o custo real dos serviços de TI e qual é a relação direta entre o serviço entregue, receitas e custos da organização como um todo. Na tentativa de simplificar a vida dos gestores, seguem alguns itens tangíveis que podem ser traduzidos como valor para o negócio:
Volta as Aulas Site Campus

  1. Custo total de propriedade (TCO): O custo de implementação de operação de um serviço durante todo seu ciclo de vida, desde a concepção até a descontinuação. O foco aqui é garantir custos de transação baixos e flexibilidade para que não seja necessário um reinvestimento para atender a uma mudança de requisitos do negócio em função do mercado.
  2. Qualidade, performance e consistência: Serviços inconsistentes, instáveis e com problemas de performance tem impacto direto tanto no faturamento quanto em custos.
  3. Governança: Os serviços de TI devem atender rigorosamente os requisitos de governança do negócio, eliminando assim, fatores que podem colocar em risco não só os resultados, mas também a existência do próprio negócio.
  4. Conformidade com os requisitos do modelo de negócios: Agora o alinhamento faz sentido. Se o modelo de negócio da organização é centrado em baixo custo, os serviços de TI devem ser desenhados para atender a este requisito. Sendo este, sensível a sazonalidades, como no varejo por exemplo, os serviços devem ser flexíveis o suficiente para acomodar as variações ao longo do período.
  5. Integração das estratégias de TI e negócios: O modelo de negócios exerce um papel fundamental. As estratégias devem estar integradas às estratégias do negócio. O conceito de alinhamento deixa uma lacuna e a sensação de que a qualquer mudança nas estratégias do negócio a falta de comunicação adequada, pode gerar um forte desalinhamento em um curto período de tempo.
Portanto, a recomendação aos gestores e profissionais de TI é que se aproximem dos gestores do negócio, entendam as estratégias e aprendam a linguagem do negócio. Desta maneira,  alinhar as práticas com as reais necessidade e entregar o valor que o negócio espera da TI, torna-se uma tarefa mais fácil.

Aproveite para conhecer nosso curso Preparatório para a Certificação CAPM®

CLIQUE AQUI E CONFIRA O CURSO COMPLETO!

Tags: , , , , ,