Como conquistar a certificação PMP - Site Campus

Como conquistar a certificação PMP

Como conquistar a certificação PMP

Chegou a sua hora! Quer saber como conquistar a certificação PMP em apenas 1 mês de estudos? Confira neste artigo e saiba como!

No artigo anterior falamos sobre como criar premissas. Agora vamos falar sobre a certificação PMP. Já conquistou a sua?

Em 2014 conquistei a certificação PMP depois de estudar apenas 1 mês. Vou compartilhar agora com vocês meu roteiro de estudos.

Pensei na certificação PMP pois já tinha os requisitos necessários para ela. Esperava com isso uma valorização do currículo e novas oportunidades de trabalho. Aliás, a PMP foi a minha primeira certificação! Depois dela conquistei mais 11, algumas mais básicas e outras relacionadas aos métodos ágeis. E desde a certificação PMP vi minha carreira melhorar e crescer a cada dia!

Antes de tudo, vamos ver quais são os requisitos mínimos para a certificação PMP:

Para você realizar a prova de certificação PMP você precisa ter:

  • Formação de quatro anos (de bacharel ou equivalente)
  • Mínimo de três anos de experiência no gerenciamento de projetos
  • Mínimo de 4.500 horas de liderança e direção de projetos
  • 35 horas de formação em gerenciamento de projetos

OU

  • Diploma de ensino médio (ensino médio ou equivalente)
  • Mínimo de cinco anos de experiência no gerenciamento de projetos
  • Mínimo de 7.500 horas de liderança e direção de projetos
  • 35 horas de formação em gerenciamento de projetos

Fonte

Se você não tem estes requisitos, você ainda pode realizar o nosso curso de gestão de projetos e se preparar para a certificação CAPM!

Apesar de ter os requisitos, você ainda precisa de um curso de 35 horas. 

Vale lembrar que este curso é e-learning, ou seja, você precisa se dedicar mais do que em um curso presencial pois você mesmo é responsável pela organização dos estudos.

Abaixo então o roteiro de estudos que recomendo para você conquistar esta certificação:

  • Realizar um curso.
  • Comprar o livro da Rita Mulcahy (8ª Edição) . Já existe uma edição atualizada para o novo exame (2015)
  • Filiar-se ao PMI. Desta forma você obterá a cópia gratuita do PMBOK 5 e também terá desconto no valor do exame.
  • Comprar a prova  no site do PMI
  • Quando você receber a autorização da prova, faça o agendamento na Prometric
  • Realize a prova e seja aprovado na primeira vez!

Além disso, durante o curso, recomendo que você siga este roteiro:

  1. Assista ao módulo online
  2. Faça a leitura do capitulo do PMBOK correspondente ao módulo.
  3. Faça a leitura do capitulo do Livro da Rita correspondente ao módulo.
  4. Realizar os simulados do curso
  5. Fazer os simulados do livro da Rita
  6. Fazer o simulado completo do final do livro da Rita
  7. Evite fazer os simulados mais que 2 vezes para evitar decorar. Entenda as questões!
  8. Opcional: Você também pode comprar o Fast Track da Rita, o simulador do exame PMP.
  9. E por fim: Seu treinamento deve ser tratado como um projeto. Monte um cronograma, levante os riscos e informe sua família que durante os estudos você precisa ficar concentrado.

Seu objetivo será atingir ao menos 85% de acerto em qualquer simulado que realizar. Se não atingir o ideal é revisar os capítulos envolvidos antes de repetir os simulados.

Você consegue realizar esta preparação em apenas 1 mês. Eu estudei um pouco por dia, realizava simulados e tinha um foco maior aos finais de semana. Se você já tem os requisitos para o PMP seu esforço será menor do que caso esteja começando para tirar a CAPM. Vá no seu ritmo!

No site do PMI, durante o processo de compra do exame, você precisará apontar as horas em que trabalhou, além dos projetos. Descreva bem as atividades sempre focando nos valores e técnicas descritas pelo PMBOK. Não coloque apenas suas conquistas pessoais ou do projeto. Coloque bem explicado o que você usava do PMBOK nestes projetos.

Em determinado momento deste cadastro, você precisará colocar um responsável pelos apontamentos. Poderá ser seu chefe, cliente ou colega de trabalho. Apenas lembre-se de falar com ele antes pois se você for selecionado para a auditoria do PMI precisará coletar uma assinatura dele!

Em relação ao exame, a maior parte das questões são situacionais, do dia a dia do gestor de projetos. Durante os estudos esqueça o que você acha que é melhor. Foque no que o PMBOK recomenda e no que é recomendado no livro da Rita. Nem sempre nossa experiência levará para a melhor resposta. Acredite: Muitos são reprovados no exame por isso. Você perceberá isso durante os simulados. Errei muito antes de perceber que precisava esquecer algumas experiências positivas e negativas que não tinham relação com o PMBOK mas estavam em questões como opção de resposta.

Se você não tem muita experiência como gerente de projetos, recomendo a leitura dos artigos publicados no site do PMI, que também são base para o exame.

Durante os estudos recomendo também que você foque bastante no Valor Agregado e Canais de comunicação. Só no meu exame foram quase 30 questões só sobre isso.

Ao chegar na prova, faça o braindump de todas as fórmulas que você estudou. Desta forma durante a prova você não precisará ficar se lembrando dela. Acredite: Isso foi fundamental para a minha prova e será para você.

Ao contrário do exame CAPM, você não precisa decorar o nome de cada processo. Tenha em mente que para o PMP você precisa entender bem cada processo e aplicar este entendimento nas questões. Nisso o livro da Rita e o PMBOK ajudarão bastante. Lembre-se que você deve responder as questões usando o que o PMBOK e o livro da Rita alegam ser o correto, não o que você acha correto porque no seu dia-a-dia é assim.

Assine a newsletter do prof. Frederico Aranha
#
Fale com o Site Campus

Tags: , , , ,