Gestão de Riscos em Projetos - Site Campus

Gestão de Riscos no Gerenciamento de Projetos

Gestão de Riscos no Gerenciamento de Projetos

A Gestão de riscos tem se tornado cada vez mais importante na gestão de projetos, sobretudo em organizações que trabalham com diversos projetos ao mesmo tempo.

Nesse contexto, o gerente de projetos precisa assegurar que os riscos sejam avaliados e endereçados da melhor forma possível. Os riscos podem ser divididos principalmente em dois tipos: o risco de impacto negativo e risco de impacto positivo.

Uma vez que foi identificado o risco, o gerente do projeto precisa elaborar um plano para, por exemplo, reduzir as consequências negativas ou ampliar as oportunidades – caso o mesmo tenha um impacto positivo no projeto.

Abaixo, vamos abordar uma forma simples e eficaz que você pode utilizar para gerenciar os riscos em seus projetos. Se você tem interesse em conhecer a abordagem de gerenciamento de riscos segundo o PMI, clique aqui e veja o artigo com vídeo-aula explicando como planejar o gerenciamento de riscos segundo o PMBOK.

Etapas do Gerenciamento de Riscos

Os gerentes de projetos podem planejar sua estratégia de uma forma simplificada, baseada em quatro etapas de gerenciamento de riscos, são elas:

1. Identificação de Riscos;

2. Quantificação de Riscos;

3. Respostas aos Riscos;

4. Monitoramento e Controle dos Riscos.

Agora, vamos passar por cada um dos passos citados acima:

Identificação de Riscos

Os gerentes de projetos enfrentam muitas dificuldades quando se trata de identificar e nomear os riscos que ocorrem na realização do projeto. Estes riscos podem ser identificados através de brainstorming ou estratégias estruturadas.

É importante entender que os riscos relacionados com o projeto só podem ser tratados pelo gerente do projeto e o mesmo pode contar com auxílio do time do projeto e especialistas, já os riscos operacionais ou de negócios serão identificados e devem ser tratados pelas equipes relevantes. Os riscos que muitas vezes afetam um projeto são o risco de fornecedor, o risco de recursos e risco de orçamento.

O risco de fornecedor remete aos riscos que podem ocorrer no caso de o fornecedor não estar cumprindo o cronograma para fornecer os recursos necessários. O risco de recursos ocorre quando os recursos humanos usados no projeto não são suficientes ou não são qualificados o suficiente. Risco de orçamento remete aos riscos que podem ocorrer se os custos forem maiores do que os que foram orçados.

Quantificação de Riscos

Os riscos podem ser avaliados baseados em uma escala. Os gerentes de projetos precisam analisar as prováveis chances de um risco ocorrer e qual o impacto que o mesmo tem sobre o projeto caso ocorra – geralmente com a ajuda de uma matriz conforme figura abaixo:

Quantificação de Risco

Usando a matriz, o gerente de projeto pode categorizar o risco em quatro categorias: baixa, média, alta ou crítica e dessa forma priorizar os próximos passos conforme a criticidade de cada risco. A probabilidade de ocorrência e o impacto sobre o projeto são os dois parâmetros utilizados para a categorização do risco nas categorias de matriz. Por exemplo, se a probabilidade de ocorrer um risco é baixa (probabilidade = 2) e se ocorrer, o mesmo tem o um impacto elevado (impacto = 4), o risco pode ser classificado como “alta”.

Respostas aos Riscos

Quando se trata de gerenciamento de riscos, a estratégia ou estratégias de resposta ao risco que serão utilizadas dependerão da avaliação do gerente do projeto, que pode contar com o auxilio da equipe de projeto e especialistas, conforme comentado anteriormente. Se tratando de um risco negativo, por exemplo, os gerentes de projetos podem escolher entre as três estratégias de resposta a riscos, conforme abaixo:

  • O risco pode ser evitado;
  • Tomar medidas corretivas para reduzir o impacto do risco;
  • Reconhecer ou aceitar o risco.

Monitoramento e Controle dos Riscos

Os riscos podem ser monitorados em uma base contínua para verificar se é possível fazer alguma alteração, pois sua probabilidade e impacto podem se alterar ao longo do projeto. Novos riscos podem ser identificados ao longo do projeto através do monitoramento constante e mecanismos de avaliação.

Processo de Gerenciamento de Riscos

A seguir, veremos algumas considerações quando se trata do processo de  gerenciamento de riscos:

  • Cada pessoa envolvida no processo de planejamento precisa identificar e compreender os riscos relacionados ao projeto.
  • Uma vez que os membros da equipe deram a sua lista de riscos, os riscos devem ser consolidados em uma única lista, a fim de remover as duplicidades.
  • A probabilidade e o impacto dos riscos envolvidos devem ser analisados, geralmente com a ajuda de uma matriz.
  • Pode-se dividir a equipe em subgrupos, onde cada subgrupo irá identificar os gatilhos que “acionam” cada risco do projeto.
  • As equipes precisam chegar a um plano de contingência, para endereçar os riscos envolvidos ou identificados da forma correta.
  • Planejar o processo de gerenciamento de riscos. Para cada pessoa envolvida no projeto pode ser atribuído um ou mais riscos. Esse profissional pode inclusive ficar como responsável pelo risco ao longo do projeto.

Registre os Riscos

Muitas vezes os gerentes de projetos irão compilar um documento, que descreve os riscos envolvidos e suas respectivas estratégias de resposta(s). Este documento é vital, pois proporciona uma grande quantidade de informações.

Registrar riscos muitas vezes consiste em diagramas para ajudar o leitor quanto aos tipos de riscos que são distribuídos pela organização e o curso da ação tomada. O registro de riscos deve ser de livre acesso para todos os membros da equipe do projeto.

Risco de Projetos: oportunidade ou ameaça?

Como mencionado acima, os riscos podem ter dois lados. Podendo ser qualquer risco concebido como um elemento negativo ou um elemento positivo. Portanto, estes riscos negativos devem ser identificados e endereçados conforme a(s) resposta(s) escolhida(s). Por outro lado, os riscos positivos podem provocar reconhecimento tanto do cliente, como do gerente de projeto. Todos os riscos devem ser abordados pelo profissional que está gerenciando o projeto.

Conclusão

Uma organização não será capaz de eliminar ou erradicar totalmente os riscos. Cada engajamento do seu projeto terá seu próprio conjunto de riscos a serem tratados. Um certo grau de risco estará envolvido ao realizar um novo projeto.

O processo de gerenciamento de riscos não deve ser comprometido em qualquer ponto, se for ignorado pode levar a efeitos prejudiciais e comprometer a entrega do projeto como um todo. Toda a equipe de gerenciamento de projetos na organização deve estar ciente das metodologias de gerenciamento de riscos do projeto e também das técnicas aplicadas.

Aprimorar as instruções e avaliações de riscos frequentemente é a melhor maneira de minimizar os danos de riscos e ampliar as oportunidades.

Aprenda Gestão de Riscos com o Site Campus!

Clique aqui para assistir uma aula de introdução ao gerenciamento de riscos em nossa escola, gratuitamente, do nosso curso preparatório para certificação de especialista em gestão de riscos do PMI.
Natal Site Campus


#
Compartilhe!
Fale com o Site Campus

Tags: , , , , , ,