Já passou da hora de colocar o networking em primeiro lugar

Já passou da hora de colocar o networking em primeiro lugar

Já passou da hora de colocar o networking em primeiro lugar

O networking é a base da construção da carreira que você está perseguindo e mais do que um simples recurso pessoal.

Os mais diversos tipos de relacionamentos se formam entre pessoas muito diferentes e compreende diversos fatores emocionais que levam as pessoas a se envolverem.

O networking passou a ter uma função primordial na construção de carreiras de sucesso, onde entende-se que estar conectado com as pessoas certas faz você ter chances de estar mais próximo daquilo que deseja.

Talvez seja ele o responsável pela maior parte dos empreendimentos, oportunidades de carreira, promoções e muitos outros resultados em sua vida.

Embora muito se fale sobre o tema, é comum encontrar pessoas que não sabem exatamente como pôr em prática seu networking ou como funciona isso. Não é suficiente apenas marcar encontros e trocar cartões para formar uma boa rede de contatos.

É preciso estabelecer relações e compartilhar interesses e informações com outras pessoas de forma simples e que atinja essa pessoa da forma que ela gostaria. O bate papo com um colega direto do trabalho não será o mesmo no cafezinho com o diretor daquela grande empresa ou do telefonema com aquele possível sócio para a construção de uma Startup.

Procure construir grupos de contatos direcionados para os seus propósitos profissionais, dessa maneira, será muito mais fácil saber com quem contar e sobre o que falar. Lembre-se: nem todas as pessoas que você conhece poderão ajudá-lo em caso de necessidade.

É preciso ir além de simplesmente estabelecer relações, compartilhar interesses e informações com outras pessoas. É necessário também mostrar interesse no que o outro tem a lhe ensinar, conhecer seus projetos e ideias. Ouvir é sempre melhor do que falar nessas horas.

Na prática, a maioria das pessoas só se dão conta da importância de sua rede de relacionamento quando mais precisam, seja de um novo emprego ou no fechamento de algum negócio. É nessa escolha do melhor momento para fazer o contato que muitos erram.

E curiosamente, quanto mais simpático você for, mais longa a sua relação profissional tende a ser. Isso acontece porque as pessoas costumam destinar a você a mesma forma de tratamento que você está passando para elas, e aposto que você não gostaria de ser tratado com desrespeito ou até mesmo desinteresse.

Agir de maneira profissional constantemente não impede você de ser amigável e carismático ao mesmo tempo com as pessoas que têm contato. Porém, cuide para não tentar passar algo que você não é, pois a falsidade em alguma coisa que você diga ou em alguma de suas atitudes passa uma das imagens mais negativas que você pode imaginar para aquele que está lhe observando ou entrando em contato com você.

O bom relacionamento profissional não é o forte dos brasileiros, revela estudo com 650 executivos do Instituto de Desenvolvimento de Conteúdo para Executivos (IDCE). De acordo com o levantamento, 80% dos executivos atuantes em médias e grandes empresas reconhecem o networking como estratégico para o mercado de trabalho, mas os novos profissionais não usam a ferramenta de modo eficiente.
Carreiras Site Campus

A maioria das pessoas, revela o estudo, acredita que networking se define como uma boa rede de contatos, ou seja, conhecer várias pessoas e ser conhecido por elas. Mas, de acordo com o diretor-executivo do IDCE, Fabrício Barbirato, para um profissional é mais que isso. Uma boa rede de contatos é quando as pessoas conhecem o profissional, sabem o que ele faz bem profissionalmente e, o mais importante, influenciam em seu crescimento profissional.

O estudo realizado pelo IDCE também revelou que a dificuldade do profissional brasileiro em construir sua rede de networking começa na própria faculdade.


#
Compartilhe!
Fale com o Site Campus!

Tags: , , , ,