A liderança nos métodos ágeis - Site Campus

A liderança nos métodos ágeis

A liderança nos métodos ágeis

Os métodos ágeis propõem maneiras diferentes de enxergarmos os papéis que se integram ao projeto como um todo. E como fica a liderança nesse caso?

O guru da administração, Peter Drucker, disse certa vez: “A administração é sempre fazer certo as coisas, liderança é fazer as coisas certas.”

Os grandes líderes têm uma incrível capacidade de motivar as pessoas a irem além, transformando as pessoas que lideram em novos líderes inspiradores.

É importante entender muito bem a diferença entre “gerenciar” e “liderar”.

Você gerencia coisas, lidera pessoas!

As metodologias ágeis costumam ter uma abordagem humanista durante a execução de projetos, como evidenciado por um dos valores listados no próprio manifesto ágil: “Indivíduos e interações estão acima de processos e ferramentas”.

O melhor modelo de liderança adequado para Agile é o modelo de liderança servidora.

A liderança servidora se fundamenta na figura de Jesus Cristo, personagem que mesmo após a sua morte consegue influenciar diversas pessoas. Um líder servidor não foca somente nas pessoas, como o senso comum pode nos propor. Hoje, mais do que nunca, a atenção do líder também está voltada para as tarefas. Então, o líder foca nas pessoas e nas tarefas, desenvolve suas relações com base na autoridade, visa atender a uma ou mais necessidades através do serviço.

A liderança servidora na administração consiste em aplicar o pensar não somente nos negócios, mas também nas pessoas que devem estar no seu lugar: O centro de tudo.

Essa é talvez a mais importante mudança que deve ocorrer nas empresas para torná-las mais competitivas no mercado.

O líder serve para satisfazer as necessidades que o projeto ágil traz consigo. Desta forma, o foco permanece sobre o trabalhador, em vez de no líder e nos lucros da empresa.

Na abordagem líder servidor, o líder apoia aqueles que fazem o trabalho, desempenhando um papel de facilitador, e centra-se na eliminação de obstáculos e tem certeza que a equipe tem tudo o que precisa para executar.

O líder mantém a equipe focada na visão do projeto e em sua entrega de valor para o cliente final.

Outro dever do líder é facilitar qualquer tipo de informação que possa ser necessária para os membros da equipe trabalharem em um projeto.

Para sustentar a motivação de uma equipe, o líder também deve recompensar a equipe em intervalos regulares e manter sua motivação em alta. Além, é claro, de prover todo o feedback necessário para que as pessoas possam desenvolverem-se como profissionais e como pessoas.

Honestidade é provavelmente o maior atributo de classificação que os membros da equipe esperam de seus líderes.

Líderes que são transparentes e conhecem as suas fraquezas, podem ser percebidos como sendo mais confiável, levando assim a um aumento da relação entre o líder e os membros da equipe.

Os líderes devem sempre estar dispostos a usar ideias sugeridas pelos membros da equipe.

Em projetos ágeis, novas ideias podem ser experimentadas durante as iterações e, se forem bem sucedidas, podem ser adotadas, se não, elas podem ser tratadas como parte das lições aprendidas.

Um líder eficaz garante que tudo isso possa acontecer sem nunca deixar que a motivação de seu time decaia.


 

Sobre o Autor

William Meller é fundador do Portal Sucesso Jovem, profissional de TI e projetos e voluntário no PMI.

Carreiras Site Campus


#
Compartilhe!
Fale com o Site Campus!

Tags: , , , ,