Gerenciamento de Projetos - Alguns conceitos importantes

Gerenciamento de Projetos – Alguns conceitos importantes

Gerenciamento de Projetos - Alguns conceitos importantesGerenciamento de projetos consiste na aplicação de conhecimento, técnicas e habilidades nas atividades de projetos a fim de atender aos seus requisitos.

Um projeto é gerenciado por um profissional definido como gerente de projetos.

Existem cinco grupos de processos que devem ser aplicados e integrados pelo gerente de projetos: iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle e encerramento.

As principais responsabilidades de um gerente são:

  • Definir objetivos alcançáveis/tangíveis;
  • Identificar e alinhar as necessidades de todas as partes interessadas; e
  • Balanceamento das demandas conflitantes.

Existem diversas áreas de conhecimento dentro do gerenciamento de projetos, entretanto, é comum falar da restrição tripla: escopo, custo e tempo. Projetos de sucesso executam projetos balanceados entre as três áreas. Atualmente se fala em ainda mais restrições, como riscos, recursos e outros. Mais será dito nas publicações da série “Vamos Planejar?”.

Programas, Portifólios e PMO

Um programa de obras é um conjunto de projetos de infra-estrutura em uma cidade. Os projetos podem ser patrocinados pela prefeitura e executados por várias empreiteiras diferentes. O gerenciamento do programa é da prefeitura.

Assine a newsletter do prof. Frederico Aranha

Uma empreiteira pode ter um portifólio de projetos de áreas distintas, desde projetos de endomarketing até obras em andamento. O que liga estes projetos é a orientação para o negócio e para as necessidades do mesmo.

Escritórios de projetos gerenciam projetos, programas e portifólios, inclusive seus recursos e o alinhamento estratégico entre eles e a organização.

Programas são projetos com uma mesma orientação, como um programa espacial da NASA que visa levar o homem até a lua e tem vários projetos como: construção do foguete, treinamento dos astronautas e etc. Portfólios não necessariamente tem alinhamento entre si senão o estratégico organizacional.

Elaboração Progressiva

O escopo de um projeto vai tornando-se mais detalhado conforme a equipe de um projeto toma conhecimento sobre o trabalho do mesmo. O escopo inicial de um projeto de melhoria de vida em uma comunidade é melhorar a qualidade de vida da população de baixa renda. Suas entregas, produtos, podem ser mais bem definidas de acordo com a evolução do projeto. Uma das entregas pode vir a ser oferecer acesso a água a 500 residentes da comunidade. Isto é elaboração progressiva.

Não podemos ignorar o fato de que no termo de abertura do projeto poderão existir restrições quanto ao custo do projeto, por exemplo. Sendo assim, os produtos não podem infringir quaisquer restrições iniciais, tampouco fugir do escopo. Melhorar a qualidade de vida da população de baixa renda também pode ser construir um hospital comunitário, mas somente se neste projeto houver justificativa dentro do escopo e recursos (dinheiro, pessoas, tempo e outros) para tanto.

É tido como melhor prática a elaboração progressiva, citada acima, que diz que são esperados produtos inesperados no decorrer do projeto, conforme o conhecimento e o entendimento forem sendo construídos pela equipe. O projeto anda em etapas, cada uma com suas entregas funcionais.

Clique aqui e veja uma aula sobre como Planejar o Gerenciamento do Escopo do nosso curso preparatório para as certificações PMP e CAPM – faça esta aula gratuitamente e aprenda mais!


#
Fale com o Site Campus

Tags: , , ,