Você se conecta com pessoas ou você se aproxima de pessoas?

Você se conecta com pessoas ou você se aproxima de pessoas?

12Você se conecta com pessoas ou você se aproxima de pessoas?

A tecnologia aproxima as pessoas de uma maneira muito rápida. Mas será que você está realmente próximo a elas ou está só friamente conectado?

A tecnologia está crescendo e em alguns casos até mesmo tomando o espaço que antes era destinado somente para pessoas.

Mas mesmo que as necessidades mais simples sejam atendidas por um robô ou que necessite apenas de um sistema, pode ter certeza que esse processo automatizado passa diretamente pela ligação entre pessoas.

Por mais que as ferramentas tornem processos automáticos e facilitem sua vida, não é ela a responsável pelos terabytes de dados que você consome todos os dias.

É alguém que dispôs seu tempo para construir conteúdo de qualidade para você.

Se você quiser ir além e crescer de verdade, deverá ter muita competência para isso. Mas além de competência naquilo que você faz, uma rede de contatos de qualidade poderá fazer uma diferença enorme em sua vida.

Tudo o que você faz e cria de valor é criado para pessoas.

Então simplesmente mandar um convite de amizade naquela rede social que você está utilizando hoje, não significa que essa pessoa realmente esteja próxima de você e que você esteja conseguindo se aproximar dela com o que você faz.

A capacidade de se colocar no lugar do outro, que se desenvolve através da empatia, ajuda a compreender melhor como devemos nos comportar em cada situação ou ambiente em que nos encontramos ou até mesmo o que falar em cada situação.

Isso porque nos faz entender o que está ocorrendo em cada momento e de cada situação diferente, para aprendermos a compreender o ambiente em que estamos envolvidos.

Dar valor as pessoas ao seu redor é uma qualidade que, por si só, já lhe permitirá formar um perfil de líder servidor, o qual será excelente para suas conquistas e para o que você deseja tornar-se.

É chato ver que estamos nos preocupando tanto com o número de seguidores ou conexões que temos na internet e nem damos bola para a quantidade de pessoas que realmente nos aproximamos nos últimos anos.

Quantas pessoas você acredita que podem realmente confiar em você?

Ok, ok… Talvez você diga que as pessoas que você confia você pode contar nos dedos. Mas já parou para pensar se do lado contrário for da mesma forma?

Já pensou que chato fazer uma pesquisa e descobrir que o número de pessoas que confiam em você é menor do que esse número de dedos que você contou antes?

Cada indivíduo, por mais limitado que seja, sempre tem algo que faz com qualidade e pode te ensinar.

Agora imagine quantas oportunidades você deixou de conquistar e quanto aprendizado passou apenas nas vezes em que seu orgulho falou mais alto. Não vale a pena isso, não é mesmo?

Antes de procurar conexões de valor para agregar para você, tente antes ser a pessoa de valor que vale a pena as pessoas se aproximarem.

Verá que inverter a forma de pensar nesse caso poderá fazer uma diferença enorme para você.

Clique aqui e veja uma aula sobre liderança com o professor Frederico Aranha – faça esta aula gratuitamente e aprenda mais!

Natal Site Campus


#
Compartilhe!
Fale com o Site Campus

Tags: , ,

  • Marcos Ribeiro

    Verdade William!

  • Frederico Aranha

    boa!